Nos últimos dias estourou uma bomba em Anfield Road. O eterno capitão, Steven Gerrard, confirmou que sairá do único emblema que representou durante a sua longa carreira no final da época. O ex-internacional inglês apenas o fez porque não lhe foi proposta a renovação no início da temporada.

 

«Sim, se tivesse sido colocado um contrato à minha frente na pré-época teria assinado. Tinha acabado de encerrar a minha ligação à seleção para estar totalmente concentrado no Liverpool. Nos últimos dois anos e meio tenho tido poucas lesões e fiz uma excelente época na temporada passada», confirmou o médio-ofensivo.

Em declarações ao Liverpool Echo, Gerrard deu a entender que não perdoou ao clube a distração por não lhe ter renovado o contrato no início da corrente temporada, apesar de não o ter assumido.

«O período entre o verão e o fim de novembro permitiu que pensasse no que ia fazer. Não culpo o clube e não estou irritado. A direção esteve ocupada com outras coisas», concluiu.

Aos 34 anos, Steven Gerrard já deixou claro que abandonará, no verão, o clube que representa como sénior desde 1998. O destino deverá ser os EUA e o Los Angeles Galaxy, que durante alguns anos contou nas suas fileiras com o compatriota David Beckham.

We use cookies to improve our website and your experience when using it. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. To find out more about the cookies we use and how to delete them, see our privacy policy.

  I accept cookies from this site.
EU Cookie Directive Module Information